O 2.º ano fez um Diário de Bordo durante o confinamento

Quase duas semanas depois de do regresso ao Externato Pica-Pau, os meninos e meninas do 2.º ano do nosso Externato partilham o Diário de Bordo, construído ao longo dos quase 2 meses que nos vimos obrigados a estudar a partir de casa.

 Sob “o comando da Capitã Natália Lopes”, os meninos e meninas do 2.º ano, registaram neste documento todas as atividades, peripécias e aventuras vividas ao longo destes dias. No diário de bordo, ficamos a saber quem foi o repórter do dia, responsável por recordar os companheiros de viagem sobre os temas lecionados na aula anterior e é possível ainda conhecer a imagem do dia. Uma coisa é certa; mesmo à distância houve lugar à aprendizagem e de forma muito divertida!

Diário de bordo disponível para consulta aqui.





Inspirados pelo “Grufalão”

Mesmo à distância, no Externato Pica-Pau continuamos a promover a imaginação dos nossos meninos e meninas. Inspirados pelos livros infantis "O Grufalão" e a "Filha do Grufalão", os nossos alunos da Sala dos Exploradores, deram asas à imaginação e a partir das suas casas criaram os seus próprios Grufalões. Ainda que tenha este ar assustador, o Grufalão é o exemplo perfeito de que até mesmo o mais ameaçador dos monstros nem sempre é tão assustador como parece. O resultado foi fantástico e há Grufalões para todos os gostos.


 



Um Natal “amigo do ambiente”

No Externato Pica-Pau continuamos a trabalhar no trilho da Sustentabilidade e o Natal não podia ser excepção.

 Por isso, os meninos e meninas da sala dos Pinguins realizaram algumas atividades natalícias, entre elas a árvore de Nata, este ano, feita com canas reutilizadas que depois ficou ainda mais bonita graças aos enfeites que os Pinguins realizaram em casa, junto das suas famílias.

Por sua vez na sala  dos Pintores, o Natal foi também tema em destaque e naquela sala até receberam as prendas antecipadamente. O Pai Natal lançou um desafio aos meninos e meninas daquela sala e deixou-lhes rolos de papel higiénico , um sino e um desafio; o de fazerem com estas “prendas a árvore e os sinos para a decoração da mesma. E como no PP levamos todos muito a sério o Natal, os Pintores também quiseram pedir ajuda a os seus pais para fazer outros enfeites e deixar ainda com mais pinta a árvore da sala.

E porque depois de tanta trabalheira os Pais também merecem receber uma prenda, desenvolvemos em ambas as salas, uma prenda de natal para oferecermos aos pais dos nossos alunos.